Comentários sobre o livro Arranhando Paredes

Posted on 26/05/2015

0


arranhando lançamento

 

Meu livro de contos Arranhando Paredes andou circulando por aí e conseguiu coisas boas. Em breve será lançada sua tradução para o espanhol – realizada por Mariana Travacio – pela editora Ediciones Outsider, aqui em Buenos Aires.

Alguns comentários dos leitores sobre o livro:

Maria Valéria Rezende: “Um ótimo livro horrível!”

João Matias: “Arranhando Paredes é a leitura de um autor ousado dos anos 70 sobre os dias de hoje: muito careta pra um disco um pouco arranhado, mas que se sustenta em pé.”

Wander Shirukaya: “Arranhando Paredes é uma exibição da beleza da crueza; uma amostra grotesca e bela do cenário em que vivemos.”

André Luís de Araújo: “Atrás das paredes arranhadas deste livro estão escondidos os lobos raivosos do século XXI”

Luana Melo: “Lembro que o próprio nome do livro já tinha me dado uma sensação prévia do conteúdo: a agonia de se arranhar uma parede e rasgar a ponta dos dedos, quebrando a ponta das unhas sujas do manusear diário, mas ao mesmo tempo aquela sensação de prazer ao acariciar as rachaduras e relevos que nela se encontram, pela simples sensação do tato.”

Mariana Travacio: “Arranhando paredes, arranhando a vida, pedindo emprestado, arranhando ternura, roubando amor. Como for. Tudo isso e muito mais nesses contos maravilhosos da prosa do Bruno Ribeiro.”

Rodolpho De Barros: “Arranhando Paredes não se esconde atrás de pudores para apresentar o lado escuro do humano. Com o característico estilo visceral do autor, sofremos com nossa impotência de meros espectadores diante de um incorrigível mundo errante.”

Bruno Gaudêncio: “Arranhando Paredes merece uma leitura atenta daqueles que admiram uma literatura transgressiva, marcada pelos termos do sexo e do horror.”

Eu estou com algumas cópias do livro. Quem tiver interesse, é só enviar um comentário pedindo que eu envio.

Para quem não viu, minha entrevista no programa Diversidade de Campina Grande:

Anúncios