Browsing All posts tagged under »morte«

guia auditivo e imagético para o fim de uma criança de 7 anos

abril 27, 2014

0

Música de suspense. Piano em dó menor. Passos lentos de criança na areia da praia. Adultos com vozes de carnaval festejam o aniversário da criança. Ela continua dando passos lentos na areia. Piano desafina. As vozes se afastam. Passos lentos na areia se fundem ao mar. Passos rápidos no mar. Barulho de pé de criança […]

Labirintos e Saídas

julho 19, 2012

1

“O interior das famílias é muitas vezes perturbado por desconfianças, ciúmes e antipatias, e enganam-nos as aparências de satisfação, calma e cordialidade, fazendo-nos supor uma paz que não existe; poucas há que ganham em ser aprofundadas.” Jean de La Bruyére * Ele pedia para abaixarmos o som através de gritos. Seu rosto branco e inflado, maquiado de […]

Na última luz do dia, eu irei te chamar

setembro 3, 2011

3

O barulho dos carros estremece a janela do quarto. Nada que eu não esteja acostumado. A quitinete anda sem reparos, o síndico disse que iria averiguar a situação, reduzir o preço do aluguel, mas eu acho que o local vai desabar antes dele ajeitar a infraestrutura daqui. Você me conheceu vivendo em um resort, não […]

Desencarne

abril 2, 2011

2

“Ligue o som, Tom.” As pessoas do lado de fora diziam, todas excitadas com o momento. O show da vingança. A possibilidade. A destruição do fim. Tom estava com um terno Armani, perfume Ferrari. Seu cabelo entupido de laquê e creme, seus lábios finos emitiam um breve sorriso. Seu olhar caído passeando pelo corpo inerte […]

Clichê

setembro 3, 2010

1

Pálido cadavérico encontra-se com o silêncio mortal da selva de pedra. Eis o clichê, tudo aquilo que nos rodeia com os chavões pós-modernistas em nosso dia-a-dia. A vida é isso. Sou original. Sai da minha cena. A cópia começou na idade das pedras, quando o barbudo B começou a imitar os desenhos do barbudo A, […]

Sala de Espera

julho 13, 2010

4

A SENHORA QUERIA os seus direitos, claro que queria. O filho dela caiu do prédio por causa da falta da segurança. Trabalhar sem equipamentos é um absurdo. 80 anos. Mancando. Artrite. Rugas pelo corpo. Gota. O médico disse que ela não iria durar 3 meses. Podia ir até antes disso. – Certeza doutor? – ela […]